"Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência..."

Orando pelo Quirguistão

O presidente Kurmanbek Bakiyev assumiu o poder em 2005, durante a Revolução das Tulipas, no Quirguistão. Muitas pessoas esperavam que ele colocaria um fim à corrupção e restauraria a economia. Em 2009, ele foi oficialmente reeleito como presidente, apesar de os observadores descreverem a eleição como uma "decepção", pois falhou ao cumprir as regras. Os oponentes políticos alegam que ele se tornou muito autoritário, e o acusaram de corrupção, nepotismo e censura.

Protestos realizados na capital Bishkek no início de abril provaram que a tensão está aumentando. Mais de 80 pessoas foram mortas e centenas ficaram feridas. Muitas lojas, estabelecimentos, hotéis e mercados foram assaltados e incendiados. Conflitos em diversos vilarejos se transformaram em disputas violentas. As pessoas que normalmente ficavam caladas deram lugar à raiva e frustração pela situação econômica, pobreza e falta de ação do governo em melhorar as condições da população.

Na quarta-feira, 7 de abril, um governo temporário foi estabelecido por Roza Otunbayeva. Kurmanbek Bakiyev foi para Jalalabad, no sul do país, onde seus aliados vivem. A informação mais recente é a de que Bakiyev assinou uma carta de renúncia e viajou para o Cazaquistão. Há muitos rumores sobre a situação política do país, e o povo está preocupado com o futuro. Muitos temem que o país seja dividido e que possa haver uma guerra civil entre o Norte e o Sul.

Enquanto isso, a situação em Bishkek se acalmou e as pessoas estão voltando para o trabalho, e os estudantes para as escolas. A economia do país, em que a renda média mensal é de US$ 70, sofreu um grande impacto com o roubo e a violência. Muitos empresários e donos de loja ainda estão estimando o prejuízo.

Os cristãos no Quirguistão pedem nossas orações:

•    Ore pela restauração das relações nacionais e internacionais, e também para que os relacionamentos inter-religiosos não sejam afetados.

•    Ore por paz no país, e para que não haja uma guerra civil.

•    O futuro da nação depende, no momento, do governo temporário. Ore por sabedoria.

•    Ore por sabedoria para a Igreja quirguiz e por proteção para os cristãos. Felizmente, as igrejas não estão sendo atacadas. Ore para que elas não sejam o próximo alvo.


Fonte: Missão Portas Abertas