"Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência..."

Seja Transformado e Seja REALMENTE Usado em 2014

Cumpra Seu Chamado Neste E No Próximo Ano! Mas antes, uma pequena reflexão.




"- Marcelo, quero ir pra África!!! Me ajuda ai, não tenho dinheiro pra embarcar! Eu não sei fazer nada, mas eu faço qualquer coisar, me convoca aí...
- Mas, "qualquer coisa" já tem gente lá fazendo! Não tenho como te enviar!
- Marcelo... Você é um ingrato!"

Nossas frentes de atuação social recebem diariamente muitos pedidos de voluntariado. Isso nos deixa bastante felizes. São voluntários os que estão lá no front mudando o mundo! Mas queria fazer três considerações sérias:

1. Voluntariado missionário tem que saber fazer o que seja oportuna PARA a Missão, e não para o próprio voluntário. Vontade de fazer alguma coisa não é suficiente para tornar a coisa ÚTIL, de fato. Ás vezes, me pego tentado a prejudicar a Missão para acomodar o voluntário a ela, só porque ele quer muuuito ir. Todo mundo pode ir visitar, mas não queira que a gente ajude você a nos ajudar, porque a gente precisa ser ajudado. Tem gente que se queixa que eu não mando quanto custa a passagem, como faz para tirar o visto, onde renova o passaporte, meu Deus... O que é isso? Somos agentes humanitários e não turísticos! O mundo está acabando por lá e eu tenho que pensar em como dar sentido a sua vida, enquanto tantas centenas dependem da nossa?! Ora, você tem que nos dar a ajuda que a Missão precisa e não a que você precisa. Sua presença não é suficiente, acredite! Veja o quadrinho abaixo e tente entender o que estou dizendo: Não basta querer ir, tem que haver a demanda da formação de cada um, senão ao contrário de salvar, a gente perde.

2.Infelizmente, boa parte dos que nos procuram só passou por uma rápida catarse culposa ao assistir algum vídeo, e quis se teletransportar pra lá pra chorar presencialmente. Sei disso porque, impedidos de ir, não se tornam colaboradores para que outros possam fazê-lo. Aí vamos procurá-los e eles nem sabem mais do que se trata. Já era. Apareceu uma promoção para a Disney. É gente que quer colocar o pão na boca da criança, mas se não puder colocar por ela mesma, a criança que se dane sem o pão! Turismo missionário eu conheço, e detesto! Peço então aos que estão conosco de verdade, que contribuam, mesmo anonimamente. Desde menino mando dinheiro pra um monte de Missões, e ninguém nem nunca soube, e só aos 30 anos embarquei para ser dentista entre indígenas, e só aos 36 fui à África. Por mim, passaria a vida ainda contribuindo com meus boletos para que outros fossem, porque enviar ou ser enviado são só dois lados da mesma viagem!

3. Mesmo voluntários especializados precisam autopatrocinar suas passagens aereas. Nossos recursos são todos consumidos com o cuidado diário das crianças e dos projetos, tanto no Brasil como na África. Se você é médico, dentista, enfermeiro, educador, agrônomo, músico, etc... e puder ser voluntário ao Sertão ou á África, nós ficamos muito gratos se também puder buscar recursos para seu embarque. Por fim, advirto que o Caminho não tem qualquer relação direta com campanhas pessoais de pedidos missionários de dinheiro por meio de redes sociais em nosso nome. Se puder ajudar alguém a ir, isso é ótimo. Só cheque a informação. São dias difíceis...

Obrigado a todos pela compreensão. Que em 2014 você seja voluntário de coração, sempre, seja na vida ou no Campo, perto ou longe, e sem generosidades de Natal, essa que tem prazo de validade, mas que sua alma seja rica para com o próximo!

Marcelo Quintela
Caminho da Graça


Este texto foi extraído de um post da página do Facebook do Marcelo Quintela. 

Conheça mais sobre o Marcelo, seu trabalho e suas opiniões em: 
https://www.facebook.com/marcelomquintela e https://www.facebook.com/caminhonacoes.wn